Horário diário: Todos os dias, das 10h00 às 18h00 (última entrada 17h30).

Rua Conde Dom Henrique

4800-412 Guimarães

PD1061

Espingarda (Arcabuz)
Autor: Desconhecido
Centro de Fabrico: China
Data: Século XVIII
Material: Ferro e madeira
Dimensões (cm): Alt. 16; larg. 10; comp. 112
N.º de Inventário: PD1061 / MAS 376 / A.G. 81

Arcabuz com fecharia de pederneira e cano de boca-de-sino cuja coronha apresenta um par de figuras orientais em relevo. Tem vareta de madeira e o revestimento inferior do cano e a coronha são de madeira de espécie exótica.

O arcabuz foi inventado no século XV e, apesar de ser um tipo de arma de fogo portátil, era comum ser pesado. É por isso que o seu nome deriva da palavra holandesa “haakbus” – arma de gancho – uma vez que os primeiros modelos, dado o seu peso, eram suportados sobre uma espécie de gancho onde se apoiava o cano da arma.

A potência de disparo desta arma é assinalável e, no seu auge, era capaz de penetrar a maior parte das armaduras. Contudo, sendo a boca da arma ser tão larga, a fiabilidade da mira era comprometida.

Vários relatos indicam que era comum municiar-se os arcabuzes não só com balas como também com pedras ou mesmo pedaços de vidro.

Objeto museológico (espingarda)