Horário: Todos os dias, das 10h00 às 18h00

Rua Conde Dom Henrique

4800-412 Guimarães

PD1018

Objeto museológico (PDB)

Foice de Guerra
Autor: Desconhecido
Centro de Fabrico: Desconhecido
Data: Século XVII
Material: Metal e madeira
Dimensões (cm): comp. 81 x larg. 21
Peso: 1186 g
N.º de Inventário: PD1018

A foice de guerra surge como elemento bélico pela adaptação da alfaia agrícola (foice ou gadanha). Em tempos em que os exércitos profissionais eram ainda reduzidos, a infantaria era essencialmente composta por camponeses recrutados à terra de cultivo e que consigo levavam os materiais de metal que lhes estavam próximos.

Machados, forquilhas, gadanhas e foices eram frequentemente utilizados no campo de batalha sendo que às gadanhas e foices, ao contrário do uso agrícola, a lâmina cortante era virada para o lado externo de modo a que os adversários pudessem ser atingidos mais facilmente.

Pese embora a estranheza que possa causar esta arma, na cultura popular é frequente ela aparecer em vários jogos de guerra ao estilo medieval e é também comummente associada à figura da morte.

Contudo, a variante desta foice de guerra é rara. Poderá ser uma adaptação do Fauchard, uma arma do século XVI que era utilizada com cabo longo e não como variante de espada.