Horário diário: Todos os dias, das 10h00 às 18h00 (última entrada 17h30).

Rua Conde Dom Henrique

4800-412 Guimarães

PD0474

Aquário
Autor: Desconhecido
Centro de Fabrico: China
Data: c.1740-1750 (Dinastia Qing, período de Qianlong)
Material: Porcelana e metal
Dimensões (cm): Alt. 40,9; Ø 65,5
N.º de Inventário: PD0474

A decoração do aquário, no exterior, desenvolve-se com registos horizontais, separados por traços dourados e emprega a técnica do “bianco sopra bianco”. A pintura é relevada em esmalte branco sobre vidrado transparente e envolve a quase totalidade da peça. É visível um enrolamento de flores de lótus e peónias, com folhagens e grinaldas de trifólios e enrolamentos de cabeças de ruyi dourados.

No interior, estão pintadas cinco grandes carpas em tons de vermelho ferro e cinzento, rodeadas por algas e flores.

A decoração internacionalmente conhecida pelo nome de “bianco sopra bianco”, que significa literalmente “branco sobre branco”, teve início, em Itália, no século XVI, e foi rapidamente adotada pelas manufaturas dos restantes países produtores de cerâmica. Este tipo de ornamentação demonstra uma fusão de diferentes culturas, fazendo clara alusão ao dinamismo e riqueza do universo têxtil da seda lavrada oriental, dando ao mesmo tempo resposta a uma encomenda claramente europeia – o efeito para nós conhecido como “adamascado”.

A cerâmica chinesa, que desde há muito estava vocacionada para responder aos pedidos dos mercados, quer orientais quer ocidentais, progressiva e eficazmente adota este tipo de decoração a partir do século XVIII.

Objeto museológico - aquário