Horário diário: Todos os dias, das 10h00 às 18h00.

Rua Conde Dom Henrique

4800-412 Guimarães

PD0482

Pote
Autor: Desconhecido
Centro de Fabrico: Fornos de Jingdezhen, China
Data: c.1660 (Dinastia Qing)
Material: Porcelana
Dimensões (cm): Alt. 57,5; Ø 38,5
N.º de Inventário: PD0482

Neste par de potes observam-se várias densidades de azul cobalto, com uma aparência ligeiramente ‘desfocada’, algo comum na porcelana desta época.

Talvez a composição decorativa patente nas peças represente cenas extraídas de um romance ou de um teatro. Nela se observam duas personagens femininas, ricamente trajadas e penteadas, dançando num jardim em torno de uma floreira com peónias, sendo acompanhadas por uma criada transportando uma sombrinha de cerimónia.

As tampas, que não parecem pertencer aos potes, estão decoradas com crianças a brincar entre rochedos.

Surgida na China entre os séculos VI e VII, a porcelana é um produto fruto do aperfeiçoamento do grés, obtido graças ao emprego de uma argila plástica, o caulino, queimada a altas temperaturas (+1200 ºC).

Começou a ser produzida na dinastia Tang (618-906), tendo-se desenvolvido intensamente na dinastia Ming (1368-1644) com a descoberta do caulino, atingido a perfeição em meados do Século XIV.

Objeto museológico - pote chinês