Horário diário: Aberto todos os dias

MNAA434

Castiçal
Autor: Desconhecido
Centro de Fabrico: Desconhecido
Data: Século XVII
Material: Madeira
Dimensões (cm): Alt. 70; Ø 46
Proprietário: Museu Nacional de Arte Antiga
N.º de Inventário: MNAA434

Castiçal entalhado com decoração de folhas de acanto e base com friso de coração. É composto por três partes – a base, a haste e o copo onde a vela encaixa. Possui também uma arandela (disco colocado junto ao copo), que tem como função receber os pingos de cera.

A vela foi o principal meio de iluminação até ao século XIX. Na pré-história, com a descoberta do fogo, para além da cozedura dos alimentos e do trabalho sobre os metais, foi possível a iluminação de locais fechados.

O primeiro combustível utilizado foi a gordura animal, armazenada em lucernas (chifres de animais, conchas marinhas e pedras que tinham cavidades naturais).

Durante séculos, vários artefactos feitos em diversos materiais (argila, cerâmica, bronze, latão, prata, ouro) foram criados para armazenar o fogo. As suas formas tornaram-se cada vez mais decorativas e complexas, muitas vezes refletindo as influências culturais de cada povo.