Horário diário: Todos os dias, das 10h00 às 18h00.

Rua Conde Dom Henrique

4800-412 Guimarães

MNAA438

“Batismo de Santo Hermenegildo
Autor: Giovanni Guercino (?)
Centro de Fabrico: Itália
Data: Século XVII
Material: Óleo sobre tela
Dimensões (cm): Alt. 260; larg. 198
N.º de Inventário: MNAA438 / PD0255dep

Hermenegildo (564 (?) – 585) era filho de Leovigildo, poderoso rei dos visigodos em Espanha. A sua família era adepta do arianismo, uma doutrina considerada herege pela Igreja Católica. Quando tinha cerca de 15 anos, Hermenegildo foi nomeado príncipe de Sevilha, para dominar os católicos e obrigá-los a renderem-se ao arianismo.

Por motivos políticos, casou-se com uma princesa católica francesa chamada Ingunda. Aos poucos, este casamento foi mudando a vida do príncipe Hermenegildo, fazendo com que abandonasse o arianismo e se convertesse ao Catolicismo.

Ao saber da conversão do filho, o rei Leovigildo ameaçou deserdá-lo. Porém, Hermenegildo não recuou. Então, o pai prendeu-o e mandou que fosse torturado, na esperança de que tal sofrimento fizesse Hermenegildo renegar o catolicismo. Como o castigo foi em vão, Leovigildo ordenou que fosse decapitado.

Pouco tempo depois, o rei Leovigildo começou a sofrer grandes remorsos por ter matado o próprio filho. Arrependeu-se e converteu-se, levando a fé católica a todo o seu reino.

Santo Hermenegildo foi canonizado em 1585 como mártir da Igreja Católica, é o patrono dos convertidos e a festa litúrgica é celebrada no aniversário da sua morte.