Horário: Todos os dias, das 10h00 às 18h00

Rua Conde Dom Henrique

4800-412 Guimarães

PD1186

Objeto museológico (PDB)

Gravura do 1.º Duque de Bragança, D. Afonso
Autor: Carolus Leoni
Centro de Fabrico: França
Data: Século XVIII
Material: Chapa de cobre e papel
Dimensões (cm): alt. 35 x larg. 61
N.º de Inventário: PD1186

Dom Afonso de Bragança (1377-1461)

“Fez estimação dos eruditos e grande apreço das memórias e coisas antigas. Teve livraria, que adornou de várias antiguidades, e muitas trouxe quando andou fora do reino, formando assim uma casa de coisas raras, a que hoje chamam Museu.”

António Caetano Sousa

 

Filho de Dom João I, supõe-se ter nascido no castelo de Veiros, no Alentejo. Casou com Dona Beatriz Pereira Alvim, filha do Condestável Nuno Álvares Pereira e, pela segunda vez, com Dona Constança de Noronha. Em 1442, é-lhe atribuído o título de Duque de Bragança.

Esta gravura representa-o em meio corpo, com armadura, manto e com a mão direita no cinto. Faz parte de uma série de retratos dos Duques de Bragança delineados pelo pintor Carolus Leoni.

Outrora, a gravura era um auxiliar inseparável dos livros, sendo o único processo passível de ser repetido nas obras escritas. Foi dos veículos globais mais eficazes para que se tomasse conhecimento visual do mundo e dos seus protagonistas. Só com o desenvolvimento da fotografia é que passou a ser relegada para o território do esquecimento, mas continua a ser uma fonte indispensável de conhecimento do passado.