Horário: Todos os dias, das 10h00 às 18h00

Rua Conde Dom Henrique

4800-412 Guimarães

PD0370

Objeto museológico (PDB)

Prato
Autor: Desconhecido
Centro de Fabrico: Desconhecido
Data: Século XVII
Material: Estanho
Dimensões (cm): alt. 4,3
N.º de Inventário: PD0370

Nos séculos XV, XVI e XVII os recipientes em estanho eram uma constante à mesa dos reis e da nobreza. No inventário de bens da infanta Dona Beatriz, mãe do rei D. Manuel I, datado de 1507, são inventariados “seis bacios de estanho grandes”, mais dois cujo tamanho não é definido, bem como vinte e seis “pratéis de estanho”.

Na mesa dos duques de Bragança havia muito provavelmente desta louça de estanho – pratéis (ou seja, pratos pequenos de uso individual), bacios (espécie de bacias usadas para conter e servir os alimentos), e pratos grandes, chamados pratos cardeais e, mais tarde, prateiras, os quais também eram usados para conter e servir os alimentos.

Pela leitura da documentação da época parece depreender-se que nas mesas de banquetes de então haveria peças de maior valor – de prata, de estanho – usadas pelos convidados mais distintos, ao lado de outras mais singelas, feitas de barro ou madeira, usadas pelos restantes convivas.